parceiro

Google+ Followers

segunda-feira, 14 de abril de 2014

Tratamento de Suor Excessivo Axilar

Miradry® para Tratamento de Suor Excessivo Axilar

Este procedimento elimina as glândulas sudoríparas das axilas, sem a necessidade de intervenção cirúrgica, aplicações com agulhas ou cortes. 

O sistema MiraDry aplica energia eletromagnética no local afetado, em um padrão de repetição. É utilizada anestesia local antes de iniciado o procedimento. A pele então é aproximada do aparelho que causa o aquecimento da área mais profunda da pele, onde estão localizadas as glândulas sudoríparas, ao mesmo tempo em que a área mais superficial é resfriada, com o objetivo de proteger a pele da axila. 

O aquecimento localizado causa a eliminação definitiva das glândulas e por consequência, o fim da hiperidrose axilar.                    



Miradry no Tratamento Suor Excessivo

A sudorese é um processo natural do organismo em que o calor corporal é liberado na forma de suor, de modo a equilibrar a temperatura interna. Em algumas pessoas, porém, essa eliminação de suor chega a níveis elevados, o que pode caracterizar a chamada hiperidrose. 

hiperidrose, provocada pela hiperatividade das glândulas sudoríparas, pode aparecer na infância, adolescência ou na idade adulta. A produção de suor tem ligação direta com o controle da temperatura do corpo que é regulada pelo sistema nervoso autônomo simpático.

As pessoas que apresentam a hiperidrose começam a suar sem causas evidentes principalmente nas axilas, mãos e pés, podendo aparecer também no rosto, sob as mamas e no couro cabeludo. Essas partes do corpo contém maior número de glândulas sudoríparas. 



A hiperidrose não é uma doença grave, mas pode comprometer seriamente a qualidade de vida e ter implicações nas atividades sociais, escolares ou profissionais de quem sofre da doença.  Em muitos casos é necessário o acompanhamento psicoterápico para que o estresse e a instabilidade emocional, que podem ser o gatilho para a hiperidrose, também sejam devidamente tratados. 

O problema de suor excessivo nas axilas pode estar relacionado a características genéticas e a fatores emocionais e psicológicos. Essa transpiração que excede as necessidades biológicas pode, ainda, ser classificada em dois tipos: primária e secundária.

A hiperidrose primária aparece na infância/adolescência e está mais relacionada às regiões onde está concentrado um maior número de glândulas sudoríparas écrinas, bem como, a fatores emocionais, sendo por isso, também chamada de hiperidrose emocional ou cortical (termo relacionado ao córtex cerebral).

A hiperidrose secundária pode aparecer em qualquer momento da vida e está relacionada ao aparecimento de outras doenças tais como obesidade, menopausa, distúrbios endocrinológicos, hipertireoidismo, diabetes, alterações hormonais entre outros. O uso de antidepressivos também pode causar a doença.

De 0,6 a 1% da população sofre com esse problema. A hiperidrose pode ser tratada por meio de procedimentos cirúrgicos como a Simpatectomia Transtorácica, Excisão das glândulas sudoríparas axilares e Liposucção. 
Os pacientes que preferem não passar por um procedimento cirúrgico, podem optar por dois tipos de tratamentos. A toxina botulínica e o MiraDry® são as opções mais eficazes para esses casos.




FONTE:http://www.esteticas.com.br/

Um comentário:

  1. Oi.

    Vendo DRICLOR (Produto que combate de forma eficaz o suor excessivo).

    Email: p-hiperidrose@hotmail.com

    Participe do meu grupo sobre o assunto de hiperidrose:

    https://www.facebook.com/groups/FornecedorDeAtihydral/

    Mande seu número por email, pelo grupo ou pelo meu perfil para eu lhe adicionar no grupo do WATHSAPP.

    Lá um ajuda o outro com informações preciosas em relação ao assunto. Deixe seu depoimento e a alternativa que você encontrou.

    O grupo é fechado. Só quem vê as postagens são os membros que sofrem do problema. Abraço

    ResponderExcluir